POLÍCIA

Advogado consegue habeas corpus de empresário

07 jun, 2019

O escritório Renato Furtado e Associados conseguiu um habeas corpus em favor de um empresário da cidade, de 38 anos, suspeito de comercializar medicamentos sem registro da agência nacional de vigilância sanitária (ANVISA) e usar documentos falsos. O homem foi preso no início de maio, quando foram cumpridos três mandados de busca e apreensão nas duas farmácias e na casa dele.

No local foram apreendidas várias receitas médicas assinadas e com carimbo de médicos em branco, além de notas fiscais e um aparelho celular. Segundo a Polícia Civil, o empresário foi indiciado por falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. Outro inquérito deve ser aberto para apurar os crimes de lavagem de dinheiro, sonegação fiscal e uso de documentos falsos, conforme informou a corporação.