GERAIS

Dinossauro encontrado em prata estava no Museu Nacional

04 09 2018 - Dino

04 set, 2018

Repercute desde ontem em vários canais de comunicação e nas redes sociais o grande incêndio que tomou conta do Museu Nacional do Rio de Janeiro. A tragédia praticamente acabou com grande parte da memória da história do Brasil acumulada em 20 milhões de peças durante 200 anos desde sua fundação, em 1818, por Dom João VI. Documentos históricos como a Lei Áurea, assinada por Princesa Isabel, e todo acervo fotográfico do Brasil doado por Dom Pedro II, que registra boa parte da história brasileira na virada dos séculos XIX para o século XX, também foram destruídos.

Dentre os objetos que estavam expostos no museu estava o chamado ‘Dinoprata’, primeiro fóssil de um dinossauro de grande porte encontrado no Brasil aqui no Triâgulo Mineiro, na cidade de Prata (MG). Com o nome Makalisaurus topai, o fóssil era a maio peça em exibição no Museu Nacional e a expectativa é de que algum de seus ossos possa ter suportado as mais de seis horas de fogo intenso que consumiram todo o prédio.

Outra peça da região que estava no museu era o pescoço completo de um “Titanosaurus uberabinsis”, espécie de Titanossauro descoberto na cidade de Uberaba.

Infelizmente, ao que parece, só nos restará mesmo as fotografias para termos acesso às preciosidades destruídas pelas chamas.