GERAIS

Juiz criminal fala sobre a situação atual do presídio

09 ago, 2019

No último fim de semana o presídio de Frutal passou por alguns problemas pontuais em duas celas que culminaram na suspensão de visitas de parentes aos detentos no último domingo. A atitude gerou revolta aos familiares dos presos que procuraram a rádio 97 para relatar o problema.

O juiz criminal e corregedor do presídio, Gustavo Moreira, explicou que um agente penitenciário havia surpreendido um detento da cela 01 fazendo uso de celular, e ele não teve outra alternativa senão pegar o aparelho que é de uso ilícito dentro do presídio. “O que me chegou é que foram apreendidos celulares e alguns chuchos, instrumentos fabricados pelos presos para lesionar ou promover algum ato ilícito” destacou Gustavo Moreira. O Juiz também pontuou que “a visita é um mérito, um benefício dado ao detento por bom comportamento” e disse ainda que dentro do presídio não existe nenhum preso com lesões e que ele não tem nenhuma informação dessa natureza.

O magistrado salientou também que o presídio tem uma equipe de saúde especializada para atender os detentos quando estes necessitam.
O diretor do presídio, Edson Santos Silva, relatou à nossa reportagem que após o início de tumulto do último fim de semana, foi-se conversado com os detentos o que havia acontecido, e que os mesmos prometeram que isso não mais ocorreria, portanto, neste fim de semana as visitas serão normais.