POLÍTICA

Serviço de odontologia de Frutal é referência

29 jun, 2018

Sorrir pode parecer uma atitude simples quando se deseja externar um sentimento de alegria, satisfação ou felicidade. No entanto, para algumas pessoas o ato de sorrir muitas vezes é transformado em uma situação constrangedora. A impressão que alguns têm é de que quando tentam demonstrar sua alegria e felicidade através desse gesto, quem esta por perto sempre desvia o olhar. E muitas vezes a insegurança e baixo autoestima acaba permitindo apenas aquele sorriso de canto de boca, e sempre sem poder mostrar os dentes. Isso por causa das imperfeições dentárias que se colocam diante da imagem de felicidade formada nas faces acaba afetando a autoestima de boa parte dos brasileiros que têm problemas dentários.

Histórias assim são mais comuns do que imaginamos, e muitas vezes, a maior parte das pessoas que passa por essa situação, não consegue colocar na lista de prioridade o cuidado com a saúde bucal. Para muitos é apenas uma questão estética, mas quando a aparência é afetada, o problema com a saúde da boca pode estar mais avançado do que se imagina.

Pensando na população carente, que não conta com a cobertura de planos odontológicos, a secretaria de Saúde de Frutal vem trabalhando para otimizar os serviços e aumentar a capacidade de atendimentos aos pacientes que necessitam de cuidados odontológicos. E para isso, o serviço atualmente é estruturado em atenção básica e atendimento especializado. No primeiro, os consultórios estão localizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), e após o atendimento inicial, o profissional, caso considere necessário, encaminha para o atendimento especializado, no Centro de Especialidades Odontológicas.

Denária Geovana Ribeiro, 21 anos, é dona-de-casa e faz tratamento há aproximadamente dois anos no serviço público municipal. “Procurei quando eu estava com muita dor de dente, dor na gengiva, e na época cheguei a procurar o serviço particular, mas encontrei o serviço gratuito, e apesar de algumas pessoas me falar com preconceito do serviço de que seria ruim porque é de graça, eu comecei lá o tratamento e nunca parei”, contou ao destacar que atualmente até mesmo seu filho, de 3 anos, faz acompanhamento no serviço especializado de odontologia no município.

De acordo com dados do departamento, 24 cirurgiões dentistas e 15 auxiliares atuam na rede que atende diariamente cerca de 100 pacientes. Se contabilizados, segundo a coordenadora do serviço municipal de odontologia Flávia Campos Macedo, são aproximadamente 4.800 atendimentos mensais que em 2017 totalizou 52,5 mil procedimentos no ano. “Temos uma rede de atendimento estruturada para atender desde a atenção básica até os tratamentos mais complexos” explicou Flávia.

Além dos consultórios nas UBS’s, Flávia explica que há atendimentos nas Escolas Municipais Frei Teodósio, Vicente de Paulo, Alonso de Morais e Ângelo Ricardo. “Ainda atendemos os povoados, o distrito de Aparecida de Minas, ou seja, temos uma boa cobertura. E se algum bairro não tem cobertura, o paciente pode procurar a clínica odontológica Municipal Dr. Romes Castanheira que receberá o devido atendimento”, orientou a dentista.

Os serviços são os mais diversos, desde próteses dentárias (uma média de 50 por mês), até tratamentos de canal e demais cirurgias são realizadas no CEO (Centro de Especialidades Odontológicas). “Nós estamos disponíveis para atendimento diário, e o indicado é que o paciente procure sua unidade Básica de Saúde de referência, passe por uma consulta, e se houver a necessidade, o profissional vai encaminhar para o CEO”, explicou Flávia sobre quem deseja buscar atendimento para cuidar da saúde bucal.